Em dez anos, 92% de tudo que o Mercosul exportar para UE terá tarifa zero, diz ministério

O acordo comercial entre União Europeia e Mercosul prevê que, em até dez anos, a UE zere as tarifas que incidem sobre 92% dos produtos comprados de países do Mercosul.

No mesmo período, o Mercosul vai zerar a tarifa para 72% das importações vindas de países do bloco europeu.

A informação foi dada nesta segunda-feira (1º) pelo secretário de comercio exterior da Secretaria Especial de Comércio Exterior e Assuntos Internacionais do Ministério da Economia, Lucas Ferraz.

O acordo comercial entre União Europeia e Mercosul foi anunciado na semana passada, após 20 anos de negociações. Ele envolve os 28 países da UE e as quatro nações que fazem parte do Mercosul (Brasil, Argentina, Uruguai e Paraguai).

Os dois blocos juntos reúnem cerca de 750 milhões de consumidores.

O acordo prevê uma série de alterações em temas tarifários e não tarifários. A expectativa do governo brasileiro é de que ele represente um aumento do PIB brasileiro de US$ 87,5 bilhões em 15 anos, podendo chegar a US$ 125 bilhões.

Ainda de acordo com o governo, o aumento de investimentos no Brasil, nesse mesmo período de 15 anos, será da ordem de US$ 113 bilhões por conta do acordo comercial.

Para entrar em vigor, o acordo precisa ser aprovado pelo Parlamento Europeu e por todos os países que compõem a União Europeia e também pelos países do Mercosul.

Segundo Ferraz, o Mercosul estuda a possibilidade de que o acordo comece a vigorar em cada país assim que for aprovado pelo respectivo parlamento, ou seja, sem a necessidade de aguardar a aprovação pelos congressistas de todo o bloco.

Fonte: G1 | DF | Laís Lis (Adaptado)

Publicidade