Vendas de supermercados recuam em fevereiro, diz Abras

As vendas do setor de varejo alimentar (supermercados e hipermercados) recuaram 5,12% em fevereiro na comparação com o mês anterior, segundo divulgou nesta quinta-feira (4) a Associação Brasileira de Supermercados (Abras). Já frente ao mesmo mês de 2018, houve alta de 2,05%.

No acumulado do ano até fevereiro, as vendas do setor têm um crescimento real (descontada a inflação medida pelo IPCA) de 2,51%.

Em nota, o presidente da Associação Brasileira de Supermercados (Abras), João Sanzovo Neto, declarou que a queda em fevereiro em relação a janeiro já era esperada. O segundo mês do ano tem menos dias úteis, e também não conta com a sazonalidade das férias como janeiro.

"A economia ainda segue em ritmo lento e o desemprego continua com taxa elevada, de 12,4%, de acordo com o IBGE, e isso impacta no consumo da população, que tem ponderado seus gastos. Mesmo assim, nosso resultado segue em linha com o que projetamos para o ano, de 3% de crescimento nas vendas”, destacou em comunicado.

O setor cresceu 2,07%, descontada a inflação, em 2018, em relação ao ano anterior. A taxa inicial prevista era maior, com estimativa de elevação de 3%.

Em julho, a projeção foi revisada para 2,53%. Mesmo assim, o desempenho ainda ficou aquém da segunda previsão. A Abras estima elevação real de 3% nas vendas de 2019.

Fonte: G1

Publicidade