Vendas do comércio caem em outubro pelo 2º mês seguido, aponta IBGE

As vendas do comércio varejista brasileiro registraram queda de 0,4% em outubro, na comparação com setembro, segundo dados divulgados nesta quinta-feira (13) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Já na comparação com outubro do ano passado, houve alta de 1,9%.

Apesar de se tratar da segunda queda mensal consecutiva, o varejo ainda acumula alta de 2,2% no ano. Em 12 meses, o avanço desacelerou de 2,8% em setembro, para 2,7% em outubro, o que reforça a leitura de recuperação lenta do setor e da economia brasileira.

A queda de 0,4%, na comparação com o mês imediatamente anterior, é o pior resultado para meses de outubro desde 2013, quando também houve recuo de 0,4%.

O resultado veio abaixo do esperado. A expectativa em pesquisa da Reuters era de alta de 0,10%na comparação mensal e de avanço de 3,20% sobre um ano antes.

De acordo com a gerente da pesquisa, Isabella Nunes, o resultado de outubro mostra uma perda de fôlego do setor. “Está mais distante do melhor ponto, que foi outubro de 2014. Nada disso tira o comércio da tendência de recuperação, mas de forma gradual. O setor praticamente repetiu o resultado do mês anterior”, avaliou.

Na comparação com setembro, 17 das 27 unidades da federação tiveram quedas nas vendas do comércio. As maiores quedas foram registradas em Rondônia (-4,0%), Distrito Federal (-3,4%) e Piauí (-2,7%). Entre as 10 com alta, a mais relevante foi em Roraima (2,8%).

No comércio varejista ampliado, que inclui as atividades de veículos e motos e materiais de construção, o recuo foi um pouco menor em outubro: queda de 0,2% na comparação com setembro. Em relação a outubro de 2017, houve crescimento de 6,2%. O acumulado no ano subiu 5,3% e o dos últimos 12 meses recuou para 5,7%.

Entre os segmentos, as maiores quedas, na comparação com setembro, foram registradas nas vendas de livros, jornais, revistas e papelaria (-7,4%), móveis e eletrodomésticos (-2,5%) e tecidos, vestuário e calçados (-2%).

Fonte: G1 (Adaptado)

Publicidade