Medo do desemprego cai no último trimestre, mas ainda segue alto, diz levantamento da CNI

O Índice de medo do desemprego recuou 2,2 pontos no último trimestre, passando de 67,9 pontos em junho para 65,7 pontos em setembro, informou nesta quinta-feira (4) a Confederação Nacional da Indústria (CNI).

A entidade divulgou o resultado de levantamento que foi feito com 2.000 pessoas entre 22 e 24 de setembro de 2018, em 126 municípios do país.

Apesar o medo do desemprego de ter recuado nos três últimos meses, a entidade observou que o índice permanece em patamar elevado, pois está 16 pontos acima da média histórica de 49,7 pontos.

Ao mesmo tempo, a Confederação Nacional da Indústria informou que o chamado "índice de satisfação" com a vida cresceu 1,1 ponto percentual na mesma comparação, alcançando 65,9 pontos em setembro.

"O índice permanece 3,8 pontos abaixo da média histórica e 7,9 pontos abaixo do valor máximo observado na série, em setembro de 2010", concluiu a CNI.

Fonte: G1 | DF

Publicidade