Confiança do empresário do comércio atinge nível mais baixo em um ano, diz CNC

A confiança do empresário do comércio na economia brasileira apresenta queda pelo quarto mês seguido. O indicador, divulgado nesta terça-feira pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), atingiu o nível mais baixo em dois anos.

De acordo com a entidade, o Índice de Confiança do Empresário do Comércio (Icec) registrou 103,7 pontos em agosto – foi o mais baixo desde agosto do ano passado, quando ficou em 103,1. Na comparação com julho, o indicador teve redução de 2,5%, na série com ajuste sazonal.

O levantamento mostrou que 72% dos empresários do varejo consideram que houve deterioração significativa do cenário econômico brasileiro nos últimos meses. Segundo o chefe da Divisão Econômica da CNC, Fabio Bentes, esta percepção se deve à conjuntura econômica do país, que não mostra sinais efetivos de recuperação.

 “A desvalorização do real, o ritmo fraco do mercado de trabalho, as pressões de custos e o cenário externo mais desfavorável têm levado a economia e o comércio a um ritmo de crescimento mais fraco nos últimos meses”, avaliou o porta-voz da entidade.

Para calcular o Icec, a CNC apura os dados junto aos tomadores de decisão das empresas do varejo. A amostra da pesquisa é composta por aproximadamente 6 mil empresas situadas em todas as capitais do país.

Fonte: G1 | RJ

Publicidade