Publicidade

País abre 35 mil vagas em agosto, e emprego cresce pelo quinto mês seguido

A economia brasileira abriu 35.457 vagas de trabalho com carteira assinada em agosto deste ano, de acordo com dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) divulgados pelo Ministério do Trabalho nesta quinta-feira (21).

No mês passado, foram registradas 1.254.951 contratações e 1.219.494 demissões de trabalhadores com carteira assinada. A diferença entre os dois números é o saldo positivo de 35.457 vagas.

Foi o quinto mês seguido com criação de postos de trabalho com carteira assinada no país. Foi também a primeira vez, desde 2014, em que as contratações superaram as demissões no mês de agosto. Deste modo, foi o melhor mês de agosto em três anos.

Em agosto de 2015 e de 2016, respectivamente, foram fechadas 86.543 e 33.953 vagas de trabalho. Em agosto de 2014, por sua vez, foram abertas 101.425 vagas de empregos com carteira assinada.

O melhor agosto da série histórica, que começa em 1992, aconteceu em 2010 - quando foram criadas 299.415 vagas formais.

No acumulado de janeiro a agosto deste ano, ainda de acordo com o governo, foram gerados 163.417 empregos com carteira assinada. No mesmo período do ano passado, o governo informou que foram demitidos 651.288 trabalhadores.

Foi o melhor resultado para os oito primeiros meses de um ano desde 2014, quando foram criados 802.305 empregos com carteira assinada.

Os números de criação de empregos formais do acumulado de 2017, e de igual período dos últimos anos, foram ajustados para incorporar as informações enviadas pelas empresas fora do prazo nos meses de janeiro a julho. Os dados de agosto ainda são considerados sem ajuste.

O Ministério do Trabalho informou também que, nos últimos doze meses, as demissões superam as contratações em 544.658 vagas com carteira assinada.

Ao fim de agosto, o Brasil tinha 38,48 milhões de pessoas empregas com carteira assinada. No fim do mesmo mês do ano passado, o número era maior: 39,02 milhões.

Fonte: G1 | DF | Alexandro Martello (Adaptado)

Publicidade